AJUPM | CENTRO DE APOIO AOS POLICIAS MILITARES

ACIDENTE EM BRASÍLIA

Após naufrágio no DF, 8 desaparecidos são buscados

Maio 23
00:00 2011


Oito pessoas estão desaparecidas depois que um barco naufragou na noite
deste domingo (22) no Lago Paranoá, em Brasília, informou o Corpo de
Bombeiros. Inicialmente, os bombeiros haviam divulgado que eram sete os
desaparecidos. A única morte confirmada até às 9h55 desta segunda-feira
(23) era a de uma criança de seis meses.

 


As buscas pelos desaparecidos foram retomadas por volta das 6h desta
segunda-feira (23), com 25 mergulhadores De acordo com os bombeiros, 94
pessoas foram resgatadas na noite de domingo (22).


“As equipes que começaram o resgate ontem retomaram a operação agora
(manhã de segunda). Já temos um barco para avaliar a situação, vamos
fazer uma varredura para ter uma ideia melhor da situação”, disse o
major Adriano Azevedo, chefe da operação.

 


“Hoje o dia é de buscas. Ontem (domingo), o resgate das 94 pessoas foi
complicado em razão do frio e da iluminação precária. Os civis que
tinham embarcações auxiliaram no trabalho dos bombeiros”, relatou major
Azevedo.


Neste domingo, 25 mergulhadores participaram do resgate. Um helicóptero
também foi utilizado. Segundo o major responsável pela operação, a
aeronave não será necessária inicialmente. Trinta homens do Corpo de
Bombeiros estão de prontidão para atuar nas buscas.

 


Sobre as vitimas resgatadas, o Hospital de Base e o Hospital Regional
da Asa Norte, para onde foram levadas as pessoas que precisaram de
atendimento médico, ainda não têm informações sobre o estado de saúde
dos resgatados.

O acidente aconteceu por volta das 21h deste domingo (22) e as
primeiras buscas seguiram até cerca de 2h desta segunda. Quando ocorreu o
naufrágio, era realizada no barco uma festa organizada por um buffet.


Inicialmente, o Corpo de Bombeiros informou que 104 pessoas estavam a
bordo da embarcação. Por volta de 1h desta segunda, o coronel Luis
Blumm, do Comando Operacional do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal.
informou que não era possível dizer o número exato de pessoas a bordo
na hora do acidente. “Não recebemos uma lista fechada dos passageiros do
barco, por isso não é possível dizer por enquanto quantas pessoas
estavam a bordo”, afirmou.

 


Entre os desaparecidos, está Valdelice Fernandes, de 34 anos, mãe do bebê de seis meses que morreu afoagado no acidente.
De acordo com o Blumm, o bebê foi retirado da água pelos bombeiros e
recebeu massagem cardíaca, mas não resistiu e morreu na margem do lago.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados **

Artigos populares

João Pessoa:

0 comentarios

Recife:

0 comentarios

Piaçabuçu:

0 comentarios

Camacã:

0 comentarios

Paraíba:

0 comentarios

Danos materiais:

0 comentarios

Salvador:

0 comentarios

Inativos:

1 comentarios

Bahia:

0 comentarios

Patos:

0 comentarios

Categorias