AJUPM | CENTRO DE APOIO AOS POLICIAS MILITARES

Carnaval

Marchinhas voltam com força esse ano

Fevereiro 13
00:00 2012

Após décadas fora do radar da grande mídia, as marchinhas e bailinhos de Carnaval têm voltado com força ao posto que merecem. E o movimento pioneiro da retomada é o Concurso Nacional de Marchinhas, criado em 2005 pelo agitador cultural carioca Perfeito Fortuna e patrocinado pela Petrobras, com votação ao vivo pelo programa Fantástico.

E este ano, o vencedor foi, pela primeira vez, um nordestino: o pernambucano Fábio Simões, autor de Papagaio no Arame (defendida pela cantora Valéria Wanda). Fábio levou a premiação de R$ 15 mil e o troféu Mário Lago. A música, assim como nove outras finalistas, estão no CD As Melhores Marchinhas do Carnaval 2012.

Nada mal para quem se inscreveu na última hora: “Cheguei ao concurso através do anúncio do Fantástico, já na última semana de inscrições. Aí comecei a pensar em um tema para desenvolver“, conta Fábio.

Na tradição do comentário social que celebrizou as marchinhas, o compositor achou sua inspiração bem debaixo do nariz: “Aí minha mãe passou bem na minha frente e eu lembrei que ela é a maior pirangueira”, diverte-se, usando a gíria local para “mão de vaca”.


Notoriedade nacional - Natural de Paulista (região metropolitana do Recife), Fábio é funcionário público, mas já teve uma canção gravada por Elba Ramalho antes. “Recado foi uma parceria minha com Cesinha do Acordeon, marido da Elba. Saiu no CD Balaio de Amor (2009, Biscoito Fino)”, conta.

Com a premiação e a notoriedade nacional, Fábio pretende engatar uma segunda marcha na carreira musical, com ênfase no frevo e no forró: “Estou tomando aulas de canto, mas também vou conversar com a Valéria Wanda para continuarmos nessa parceria, já que ela é daqui de Pernambuco”.

Do Rio de Janeiro, a coordenadora do concurso, Vanessa Damasco, mal se contém de entusiasmo com o sucesso da iniciativa: “É sensacional a parceria com o Fantástico, o concurso ganha enorme repercussão e as canções são divulgadas. Aí todo mundo conhece o projeto, de ponta a ponta do País”.

Com isso, o Carnaval de rua do Rio foi revitalizado, e as marchinhas, retomadas. “Temos orgulho de fazer parte desse movimento de revitalização, e não só do Rio. Já há concursos em Goiás, Minas Gerais e Santa Catarina. Mas a pedra fundamental é o nosso. Essa representação da cultura popular foi meio negligenciada, mas é tão legal que jovens estão se envolvendo e abraçando de novo”, conclui.

Fonte: A Tarde

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados **

Artigos populares

Patos:

0 comentarios

Paraíba:

0 comentarios

Bahia:

0 comentarios

João Pessoa:

0 comentarios

Salvador:

0 comentarios

Maranhão:

0 comentarios

PMPI:

0 comentarios

IRPF 2018:

0 comentarios

Categorias