AJUPM | CENTRO DE APOIO AOS POLICIAS MILITARES

IRPF 2020:

Receita Federal inicia pagamento do primeiro lote de restituição

Maio 29
15:52 2020

O primeiro lote de restituição do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) 2020 já está disponível para consulta no site da Receita Federal, que este ano seguirá com um novo cronograma de restituição, que se encerrará em 30 de setembro. Esta iniciativa visa mitigar os efeitos econômicos da pandemia da Covid-19, que tem afetado o país.

Além da antecipação do pagamento do primeiro lote, que geralmente acontecia no mês de junho, também haverá a redução do número de lotes, de sete para cinco. Dessa maneira, as restituições referentes às declarações que não apresentaram inconsistências serão ainda em setembro. Esta é a primeira vez que as restituições acontecerão durante o prazo de transmissão das declarações, previsto para encerrar no dia 30 de junho.

Outra mudança apresentada pela Receita Federal diz respeito à data do crédito bancário, que normalmente se dava no dia 15 de cada mês. A partir de agora, o pagamento da restituição será realizado em lote no último dia útil do mês.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar o site da Receita Federal, a seguir: < http://receita.economia.gov.br/>, ou o aplicativo disponível para tabletes e smartphones. Na consulta, é possível acessar o extrato da declaração e verificar se há inconsistência de dados. Neste caso, o contribuinte deverá realizar a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

Confecção do IRPF para associados

Se você é associado do AJUPM/BRAJUPM e ainda não declarou seu IRPF, basta entrar enviar a cópia dos seus documentos para o e-mail <irpf2020.ajupm@gmail.com> ou para o WhatsApp (74) 3612-4628, e preencher a ficha de cadastro remetida pelos atendentes nestes canais. Os associados de Salvador (BA) devem enviar documentos para o e-mail <irpf2020salvador@gmail.com>.

Confira abaixo a documentação necessária:

- CPF de todos os dependentes, inclusive recém-nascido;

- CPF e CNPJ de fontes pagadoras (importante ter notas fiscais ou documentos comprobatórios);

- Comprovante anual de rendimentos das fontes pagadoras (salários ou serviços prestados);

- Comprovante de gastos dedutíveis no Imposto de Renda (como os de educação, saúde, pensão alimentícia, previdência complementar etc).

Quem deve declarar:

A declaração é obrigatória para as pessoas que, em 2019, receberam acima de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis (que ainda não tiveram impostos pagos) ou R$ 40 mil em rendimentos não tributáveis ou descontados na fonte.

Dependentes:

São considerados dependentes companheiro com quem o contribuinte tenha filho ou conviva há mais de cinco anos, cônjuge, filho ou enteado de até 21 anos (se o filho estiver estudando em escola técnica ou universidade, o limite é de 24 anos), pais, avós ou bisavós que não paguem imposto. Também é permitido menor de até 21 anos de quem a pessoa seja tutora.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados **

Artigos populares

FUNPREV/SPSM:

0 comentarios

João Pessoa:

0 comentarios

Nota de Pesar:

0 comentarios

FUNPREV/SPSM:

0 comentarios

João Pessoa:

0 comentarios

Recife:

0 comentarios

IRPF 2020:

0 comentarios

Aliança:

0 comentarios

Nota de Pesar:

0 comentarios

Categorias