AJUPM | CENTRO DE APOIO AOS POLICIAS MILITARES

IRPF 2020:

Termina prazo para declarar sem multas. AJUPM continua recebendo documentos de sócios

Julho 01
16:59 2020

Terminou nesta terça-feira (30) o prazo para enviar a declaração do Imposto de Renda à Receita Federal. Quem perdeu o prazo, pode declarar a partir desta quarta-feira (1), mas está sujeito ao pagamento de multa. O AJUPM continua recebendo os documentos para confeccionar a declaração. O serviço é gratuito para associados.

A multa mínima por atraso é de R$ 165,74, mas pode atingir até 20% do valor devido. O contribuinte que ainda não declarou o IRPF deve regularizar a situação o quanto antes. Além do pagamento da multa, quem não enviou a declaração corre o risco de “sujar” o CPF, o que pode impedir a contratação de empréstimo, emissão de passaportes e até a obtenção de certidão negativa para venda ou aluguel de imóveis. Já quem precisa retificar a declaração, no entanto, está isento da multa.

Para declarar

Se você ainda não declarou seu IRPF, entre em contato conosco através do WhatsApp (74) 3612-4628 para enviar a cópia dos seus documentos. Nas cidades cujos decretos municipais permitiram a reabertura do comércio, o associado pode procurar o escritório para solicitar a declaração, no entanto, é preciso verificar o horário de funcionamento de cada sede. Confira abaixo a documentação necessária:

- CPF de todos os dependentes, inclusive recém-nascido;

- CPF e CNPJ de fontes pagadoras (importante ter notas fiscais ou documentos comprobatórios);

- Comprovante anual de rendimentos das fontes pagadoras (salários ou serviços prestados);

- Comprovante de gastos dedutíveis no Imposto de Renda (como os de educação, saúde, pensão alimentícia, previdência complementar etc).

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados **

Artigos populares

Paraíba:

0 comentarios

Pernambuco:

0 comentarios

Maranhão:

0 comentarios

Maranhão:

0 comentarios

Novembro Azul:

0 comentarios

Nota de pesar:

0 comentarios

Alagoas:

0 comentarios

Pernambuco:

0 comentarios

Pernambuco:

0 comentarios

Bahia:

0 comentarios

Categorias