AJUPM | CENTRO DE APOIO AOS POLICIAS MILITARES

Geddel Vieira

Justiça concede prisão domiciliar ao ex-ministro

Julho 13
08:46 2017

O desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal de Brasília autorizou, nesta quarta-feira (12) a saída do ex-ministro de Temer Geddel Vieira Lima do presídio da Papupa para o cumprimento de prisão domiciliar. Preso preventivamente no âmbito da Operação Cui Bono, o ex-ministro havia tido o pedido de prisão reforçado após audiência de custódia.

Geddel passou a ser alvo da operação por conta da gestão na vice-presidência de pessoa jurídica na Caixa Econômica Federal, entre 2011 e 2013.

O mandado de prisão foi assinado pelo juiz Vallisney Oliveira, da 10ª Vara da Justiça Federal no Distrito Federal. Ligado à operação Cui Bono, o doleiro Lúcio Bolonha Funaro, já havia entregado à PF reproduções de diálogos, via WhatsApp, que demonstravam a preocupação do ex-ministro com uma possível delação.

Segundo a investigação, empresários e dirigentes de empresas dos ramos de frigoríficos, de concessionárias de administração de rodovias e de empreendimentos imobiliários, mesmo ramo que colocou Geddel em apuros e iniciou sua saída do governo por conta de pressão contra o então ministro da Cultura Marcelo Calero.

Com a nova decisão, o ex-ministro deve retornar à Bahia já nesta quinta-feira (13).

Fonte: JC Online/ Foto: Evaristo Sá / AFP

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados **

Artigos populares

Bahia:

0 comentarios

Petrolina:

0 comentarios

Carpina:

0 comentarios

Fale Conosco:

0 comentarios

Piauí:

0 comentarios

Decisão:

0 comentarios

Esporte e Lazer:

0 comentarios

Itapetinga:

0 comentarios

Petrolina:

0 comentarios

Categorias