AJUPM | CENTRO DE APOIO AOS POLICIAS MILITARES

Cantinho do Associado

Uma vida dedicada à segurança pública

Agosto 10
00:00 2012

O valor de uma carreira baseada na responsabilidade e compromisso é imensurável, seja ela qual for. Entretanto, se essa carreira for a de policial militar, além de imensurável, ela passa a ser admirável. Por mais difícil que possa ter sido a trajetória, a avaliação que se faz de 29 anos de entrega a uma profissão como essa não pode classificada de outra forma. Na Bahia, um exemplo de profissional assim é o Sub Ten Adalberto Carvalho Nascimento, 50, natural de Senhor do Bonfim e pai de seis filhos.

Atualmente na 24ª Companhia Independente da Polícia Militar, em Jacobina, Adalberto iniciou sua carreira militar em 1981, como soldado do Exército no Colégio Militar de Salvador. Depois seguiu como soldado da Polícia Militar da Bahia em 1983, formou-se 3º Sargento em 1986, foi promovido a 1º Sargento em 1996 e treze anos depois foi elevado à graduação de Subtenente, função que exerce até hoje. Adalberto trabalhou em várias cidades da Bahia, passando por muitos setores como: comandante de viaturas em Salvador, delegado em Casa Nova, chefe do serviço de inteligência em Jacobina, entre outros.   

O associado conta que está sempre no dever profissional, fardado ou não, com ou sem família. “Ser PM para mim é ter uma profunda e iluminada conscientização profissional, e mesmo com as agruras e perigos, o desejo de servir tem que ser constante, sem perder de vista a dignidade da pessoa humana”, afirma o subtenente.

Justamente por essa dedicação e zelo é que ele foi considerado pela população de Jacobina o policial militar do ano, em 1991. Ele já recebeu, por conta dos serviços prestados, título de cidadão em Capim Grosso (em 2009), em Jacobina (em 2011) e em Várzea Nova (em 2011). “Acredito que polícia e o cidadão devem buscar a paz social juntos. Na aplicação da lei, nos momentos difíceis, a população poderá contar com a inteligência, o diálogo e os meios táticos adequados a cada situação. O compromisso de servir é como uma chama constante, mesmo nos momentos do perigo”, ressalta Nascimento.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados **

Artigos populares

Fala, sócio!

0 comentarios

Piauí:

0 comentarios

Bahia:

0 comentarios

Nota de pesar:

0 comentarios

Pernambuco:

0 comentarios

Bahia:

0 comentarios

Funape:

0 comentarios

Bahia:

0 comentarios

Pernambuco:

2 comentarios

Categorias