AJUPM | CENTRO DE APOIO AOS POLICIAS MILITARES

Cantinho do Associado

A terapia da música

Março 16
00:00 2012

O Sub-Tenente do 3º Batalhão da Polícia Militar de Juazeiro, Francival Leopoldo do Carmo, 43 anos, é associado do AJUPM(BR) há quatro anos. Além de exemplar policial militar atuante na região do município, ele tem uma vida paralela ao militarismo que é uma grande paixão: a música. Francival faz parte da banda que é tombada como Patrimônio Cultural de Juazeiro: a tradicional Banda de Música do 3º BPM, fundada em 1958.

“Me envolvi com a música antes mesmo de entrar na polícia, por conta do meu pai que é policial aposentado e também músico. Fiz parte de outras filarmônicas como a 1º de Maio de Juazeiro e outra em Sobradinho, e também toquei em bandas normais. Depois de entrar na polícia, o saudoso Cap. Castro me convidou para a Banda e, em 1996, me formei oficialmente Sargento Músico do batalhão”, conta o sub-tenente.

Hoje em dia, o sub-tenente toca preferencialmente instrumentos de sopro, mas começou com percussão. “Um maestro que observou meu potencial e me sugeriu tocar bombardino em si-be-mol. Hoje, sou instrumentista e sexto maestro da Banda, que tem 32 componentes, e é regida pelo sub-tenente Aroldo José C. Santana. Já fiz estágio de música na UFBA, curso de harmonização, formação de mestres e instrumentais, muita coisa. Conheço mais de 40 cidades entre Bahia, Pernambuco e Piauí por causa da banda”, afirma Francival.

“A música é quase tudo para mim, fica abaixo de Deus somente. Tenho uma definição interessante que diz: a música é a arte de manifestar os diversos afetos da nossa alma mediante o som. Aprendo diariamente com ela”, diz o associado. Os artistas preferidos de Francival são Kenny G e James Taylor.

Inspire-se você também e seja o personagem do nosso próximo “Cantinho do Associado”. Mande sua sugestão para comunicacao@ajupm.com.br

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados **

Artigos populares

Fala, sócio!

0 comentarios

Piauí:

0 comentarios

Bahia:

0 comentarios

Nota de pesar:

0 comentarios

Pernambuco:

0 comentarios

Bahia:

0 comentarios

Funape:

0 comentarios

Bahia:

0 comentarios

Pernambuco:

2 comentarios

Categorias